10 de fevereiro de 2010

Vazio

Mesmo distante você ainda cresce. Me excedia o que me ocupava, mas tão pior é não ter (também) onde caber. "Vaso de porcelana": É inútil sem você. ¬Patty Vicensotti¬

7 comentários:

  1. Que lindo seu blog...meu amor mesmo distante de mim,cresce sem parar um só dia...isso aqui é um encanto só.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Tudo parece inútil, se o que amamos não estar.

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  3. E a porcelana quando quebra é dificil de ter a mesma beleza de antes...

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Querida tem um selinho no meu blog pra vc!
    Blog lindo como sempre!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. tem mais selinhos pra vc , Flor!

    ResponderExcluir
  6. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Passando a Limpo o Passado. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Eu sei que é ridículo da minha parte te mandar essa propagando control c control v, mas sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas no blog da Luísa, ela inclusive é seguidora do meu blog, claro que ela faz isso mais por gentileza do que pela qualidade do meu texto, mas estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs


    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


    Abraços

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Signifique.
Deixe na vida alguma coisa terna.
Eterna.

(Patty Vicensotti)