12 de março de 2010

Apoio

De repente aquilo se expande, e dispersa,me perco num canto. Eram alicerces,em bando,escorando um teto,de um chão inseguro. Era valioso aquele apoio. Então media um passo do outro, entre as escoras que erguiam, tentanto eu, um equilíbrio.
Vezes em vão,
esse cuidado era deslize.
E aí se aprende que,
numa "construção" de pessoas,
se perde e se ganha. Porém, também se deixa: Mesmo em uma "obra" mal acabada, sempre fica da gente,
em algum lugar,
uma história gravada.
¬Patty Vicensotti¬
"Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros… Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento. Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão… Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim… e que valeu a pena." (Mário Quintana)

7 comentários:

  1. lindo texto do Mário Quintana.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Lindo como sempre...
    é sempre fica alguma coisa!
    Adorei o texto do Mário!

    bjos
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  3. Patty... é isso mesmo!
    As palavras do poema traduzem uma linda forma de viver. Na verdade, cada passo que damos, fica sempre a marca do nosso pé...


    Um beijo
    AL

    ResponderExcluir
  4. E aquela ausência me doeu por um bom tempo. Até eu descobrir que embora as pessoas sejam insubistituiveis, os sentimentos não.
    Patty Vicensotti.


    Geane. Saudades

    ResponderExcluir
  5. Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
    Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas,
    que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…
    e que valeu a pena."
    Vc é uma das pessoas que mais me fazem acreditar o quanto isso vale a pena.
    Te Amo !

    ResponderExcluir

Signifique.
Deixe na vida alguma coisa terna.
Eterna.

(Patty Vicensotti)