21 de abril de 2012

Projeção












Que nada seja igual e nem tão certo.
Quero viver deste desconcerto.
Quero o peso das horas,rompido.
A chama  sendo alimentada
como luz sagrada - teu infinito.
Quero desprender tua vida
e soltar a minha até que
alcance - a direção.
Ser oásis marejando á tua íris
desfigurando a seca volúpia...
Quero,como te quero - insolúvel.
Recalcando horizontes,
despindo a inconstância da estória,
para que a nossa história concretize. 



Patty Vicensotti

 



 










7 comentários:

  1. Olá, Patty!
    Sempre adorei seus poemas...e agora achei seu blog.
    Seguindo...adorei tudo por aqui.
    Bjinhuss...lindo domingo. *-*

    ResponderExcluir
  2. Liiiiiiiiiiindo!!!
    Bjo querideza!
    Semana fantástica pra você!

    ResponderExcluir
  3. Patty... Saudades, minha flor!

    Sempre espalhando suas sementes de lindeza.

    Beijo grande!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Amooooooooooooooooooooo
    os Escritos da
    Patyyyyyyyyyyyyyyyyy!!!!

    É Ternura pura!!!!

    bjsssssssssssss//

    ResponderExcluir
  5. nada nunca mais foi igual e nem certo depois que o encontrei...rsrsrs

    beijo linda!

    ResponderExcluir
  6. Oiee!! adoro este poema...Lindo FDS para ti.!!Beijos

    ResponderExcluir

Signifique.
Deixe na vida alguma coisa terna.
Eterna.

(Patty Vicensotti)